Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • O que o trânsito tem a ver com a sua saúde?

    Sinal vermelho para a saúde.png O O que o seu deslocamento diário tem a ver com a saúde? Muita coisa! E nesse post vamos esclarecer alguns pontos bem importantes para o seu bem-estar também no trânsito. Isso porque, segundo diferentes estudos, passar muito tempo na direção pode trazer diversos malefícios para a nossa saúde. Pesquisas indicam doenças como depressão, problemas na coluna e obesidade, por exemplo.

    De acordo com uma avaliação realizada com 34 mil trabalhadores e feita pela empresa britânica VitalityHealth, em parceria com a Universidade de Cambridge, ficar horas no trânsito, seja ao volante ou no transporte público, deixa as pessoas mais propensas ao stress e à depressão, além de desencadear problemas no sono e na produtividade. Um cenário preocupante, não é mesmo?

    Os resultados mostraram que aqueles que enfrentaram viagens com mais de uma hora de duração tinham 33% risco de depressão e 12% maior probabilidade de relatar stress relacionado ao trabalho. Além desses riscos, 46% mostraram tendência de dormir menos do que as sete horas de sono recomendadas por noite. Ou seja, a locomoção diária e a rotina influenciaram diretamente no resultado e desempenho no trabalho e em casa.

    E a sua postura ao dirigir, como está?

    Na hora de pegar o carro para o seu deslocamento diário, além da atenção e concentração total, é fundamental que o motorista tenha a postura correta. Este cuidado auxiliará o condutor a reagir mais rápido diante de imprevistos e a manter o controle do veículo. A posição incorreta ao volante, aliada à vibração do veículo, provoca fadiga muscular intensa que pode levar a lesões vertebrais graves, segundo especialistas da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet).

    Entre as dicas de ações que você pode e deve adotar para melhorar a postura estão: ajustar o assento corretamente, deixando três dedos de distância para que nervos e veias não sejam pressionados e não comprometam a circulação e manter a coluna totalmente em contato com o encosto, entre 100 e 120 graus de angulação, e as pernas quando em descanso com a planta do pé totalmente em contato com o piso do veículo.

    Sedentarismo e obesidade

    Atualmente, dois bilhões de pessoas estão acima do peso no mundo inteiro. Recentemente, uma pesquisa realizada na Europa monitorou cerca de 11 mil voluntários e obteve como um dos resultados preliminares que pessoas que dirigem carros são, em geral, 4kg mais pesadas que ciclistas! O sedentarismo provoca diversas doenças e pode matar, por isso, ser mais ativo e incluir atividades físicas diariamente são alternativas excelentes para quem costuma ficar muito tempo parado no trânsito.

    Pequenas mudanças no dia a dia também podem ser poderosas na redução de eventos cardiovasculares, como o infarto e o acidente vascular cerebral (AVC), segundo um estudo do Hospital Geral Leicester, no Reino Unido. Estacionar um pouco mais longe do trabalho, ir a pé até a padaria ou optar pelas escadas em vez do elevador, por exemplo, são algumas atitudes que podemos adotar. O aumento de 1,5km, em média, da mobilidade diária pode reduzir em 10% a chance de ocorrência de doenças cardíacas, especialmente em pacientes com fatores de risco graves, como o diabetes.

    Que tal adotar essas dicas na sua rotina? ;)