Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo
  • Vigência e inadimplência do Seguro DPVAT

    Vigência e inadimplência Seguro DPVAT.png

    Estamos em período de pagamento do Seguro DPVAT e muitas dúvidas costumam surgir nos proprietários de veículos, não é mesmo? Uma delas é o período de vigência do DPVAT e o que pode acontecer em casos de inadimplência. Se você também tem essas dúvidas, continue ligadinho no nosso post. ;)

    Primeiramente, queremos contar para você por que manter o Seguro DPVAT em dia é tão importante: além de ser um ato e tanto de cidadania, ao realizar o pagamento, você garante a sua proteção e a de mais de 200 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito. É muito amor envolvido!

    Agora, vamos falar sobre a vigência do Seguro, que vai de 1º de janeiro a 31 de dezembro, independentemente da data de pagamento do prêmio. Mas o que ocorre se o acidente acontece antes ou depois do vencimento do DPVAT? Confira abaixo. =)

    Acidente anterior ao vencimento

    Se o proprietário do veículo sofreu acidente de trânsito antes do Seguro DPVAT vencer, basta quitar o exercício vigente dentro do vencimento para dar entrada no pedido de indenização – desde que se enquadre em uma das coberturas.

    Acidente posterior ao vencimento

    Se o proprietário do veículo efetuou o pagamento em atraso, mas antes da data do acidente, ele também tem direito a solicitar o Seguro DPVAT. Para isso, é necessário estar enquadrado em uma das três coberturas.

    Mas o que acontece nos casos em que o proprietário simplesmente não realiza o pagamento do Seguro DPVAT? Além de não conseguir realizar o seu licenciamento, ele perde o direito a indenização caso seja vítima do acidente de trânsito e tem que ressarcir os valores pagos às outras vítimas que possam existir no mesmo evento. Uma situação bastante chata, não é, pessoal? 

    Logo, o melhor a se fazer é manter o seu DPVAT em dia e garantir seus direitos. Afinal de contas, os acidentes de trânsito são repentinos e os benefícios do Seguro minimizam esse impacto causado a todos os envolvidos, independente da sua condição no momento do acidente, sendo pedestre, passageiro ou motorista.

    Leu o post e mesmo assim ainda tem dúvida sobre a vigência do Seguro? Fale com a gente aqui nos comentários. ;)