Ir para conteúdo principal Ir para menu principal Ir para menu do rodapé Ir para menu Categoria Ir para menu Arquivo
Logon

Viver Seguro no Trânsito

Nós estamos fazendo nossa parte. E você?
Início do conteúdo

Categoria: Segurança

#BonsExemplos: Santa Catarina investe em prevenção de acidentes com motociclistas

Sempre compartilhamos por aqui #BonsExemplos de iniciativas para a prevenção de acidentes de trânsito. Neste post vamos falar de Santa Catarina, que está desenvolvendo uma campanha estadual permanente para a prevenção de acidentes com motociclistas. Bacana não é mesmo?

O projeto de lei, que tem como objetivo cumprir com essas medidas de prevenção, foi apresentado pela deputada estadual Ada Faraco de Luca (MDB) e foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa. Os dados apresentados pela parlamentar incluem as ocorrências de trânsito envolvendo motos indenizadas pelo Seguro DPVAT entre 2008 e 2018, em que, pelo menos 2,4 milhões de brasileiros ficaram com algum tipo de sequela permanente em decorrência de acidentes com motocicletas.

Os nossos dados de pagamento de indenizações do Seguro DPVAT mostram que, homens entre 18 e 34 anos são as principais vítimas de acidentes de trânsito. "São pessoas em plena capacidade produtiva, mas que ficam inválidos para o trabalho", afirmou a parlamentar.

A proposta que foi apresentada em setembro de 2018, passou por diligências externas e teve o texto aprovado em todas as comissões.

Continuar lendo

Projeto de Lei prevê flexibilizações das regras do Código de Trânsito

Em junho do ano passado, o Governo Federal apresentou o Projeto de Lei 3.267/2019 com o objetivo de alterar ou flexibilizar algumas regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Após um período de ajustes, ele entra na pauta para votação da Câmara dos Deputados nesta terça-feira, dia 16/06, em caráter de urgência. Caso seja aprovado, será encaminhado para o Senado Federal. Neste post do Viver Seguro no Trânsito, falamos um pouco das mudanças e propostas. Fique atento!

Como fica a pontuação na CNH?

De acordo com a legislação atual, o motorista perde o direito de dirigir após ultrapassar os 20 pontos na CNH dentro no período de um ano. O ajuste na proposta do novo projeto de lei mantém um limite maior na pontuação para que a CNH dos condutores seja suspensa: 40 pontos para quem não tiver infração gravíssima, 30 pontos para condutores com uma infração gravíssima e 20 pontos para motoristas que tiverem duas ou mais multas com essa graduação.

Ainda em relação às mudanças que abrangem a CNH, a proposta é que seja estabelecida uma escala: 10 anos para condutores com até 50 anos, 5 anos para motoristas entre 50 e 70 anos e, acima de 70 anos, a CNH teria duração de 3 anos. Para motoristas profissionais, o prazo permaneceria de 5 anos. Além das alterações descritas, o texto propõe a criação do Programa CNH Social, que determina meios de financiamento para obtenção gratuita da CNH por pessoas de baixa renda.

E sobre multas?

Para os motociclistas, a proposta é aumentar as multas de leves para médias para os condutores que utilizarem capacetes sem viseira, sem óculos de proteção, ou com a viseira levantada.

E para os condutores que não cometerem infrações no período de 12 meses, notícias boas! A proposta do projeto de lei é a criação do Registro Nacional Positivo de Condutores, com a finalidade de sortear, entre os condutores habilitados, uma premiação com valor equivalente a 1% dos recursos do Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito (Funset).

Em relação a utilização das cadeirinhas para crianças, o projeto ajustado prevê a obrigatoriedade para crianças de até 10 anos ou de até 1,45m. O descumprimento da regra por parte dos condutores acarreta infração gravíssima e não apenas advertência, como previa o texto original do projeto.

Outras mudanças

O projeto de lei também tem outras propostas como:

- O bloqueio do licenciamento de veículos com recall aberto e não atendido em prazo superior a um ano, com inclusão de restrição no CRVL (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo)

- Para os motoristas que cometeram alguma infração, o texto aumenta o prazo para indicação do condutor infrator para apresentação de defesa prévia, que subiria dos atuais 15 dias para 30 dias.

- Para motoristas das categorias C, D e E, os exames toxicológicos foram mantidos e seguem com obrigatoriedade na renovação a cada dois anos e meio.

- Para as crianças, o projeto de lei prevê a criação de institutos de educação sobre trânsito no âmbito dos órgãos e entidades executivos dos municípios e dos Estados.

O que você acha dessas mudanças? Comente aqui embaixo e fique ligado nos posts do blog Viver Seguro no Trânsito!


Continuar lendo

Maio Amarelo: Conheça a campanha de 2020


Você sabia que, somente nos primeiros três meses de 2020, o Seguro DPVAT pagou mais de 89 mil indenizações e reembolsos de despesas a vítimas de acidentes de trânsito e seus beneficiários? Pois é, apesar de estarmos, atualmente, em período de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, os números reforçam a necessidade de conscientização da importância da educação no trânsito. É esta mobilização que o Maio Amarelo, que está na sua sétima edição, propõe por meio de uma campanha totalmente virtual. Quer saber mais? Fique ligado no nosso post!

Mudança de planos

No último dia 07 de abril, o Ministério da Infraestrutura divulgou que as ações presenciais, que costumam acontecer todos os anos dentro do Maio Amarelo, foram adiadas para o mês de setembro, devido as recomendações das autoridades de saúde pública pelo isolamento social, evitando a maior propagação do novo coronavírus (COVID-19). Para manter as discussões sobre o tema trânsito foi lançada, no último dia 29, de forma 100% digital, a campanha de 2020 com o tema “Perceba o Risco. Proteja a Vida”.

Sobre a campanha

O Maio Amarelo é uma importante celebração sobre o trânsito e foi instituído a partir de uma resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, baseada em estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), que definiu o período entre 2011 e 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O objetivo deste ano é disseminar a importância do cumprimento das leis de trânsito em prol da segurança e da valorização da vida. A mobilização utilizará recursos como vídeos, GIF's, figurinhas para WhatsApp e postagens em redes sociais para conscientizar sobre o tema.


Continuar lendo

Novos itens de segurança tornam-se obrigatórios para carros 0km


Itens de segurança são essenciais para diminuir os impactos causados pelos acidentes de trânsito. Recentemente, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) editou duas novas resoluções para a fabricação de carros 0 km, que tem, como objetivo, auxiliar ainda mais neste propósito. Ficou curioso para saber quais são as novas regras? Acompanhe o nosso post! ;)

Novas exigências podem parecer exagero, mas muitos dos itens básicos que garantem segurança hoje em dia tornaram-se obrigatórios há pouco tempo no Brasil. É o caso do retrovisor do lado direito, por exemplo, que até 1998 era opcional em alguns veículos populares; a terceira luz de freio (brake light) que passou a ser exigência somente em 2009; e também os airbags e os freios ABS, determinados somente em 2014. 😱

Para este ano, duas novas exigências passam a valer, fazendo com que as montadoras adicionem itens para cumprir as regras. A primeira delas, que já está valendo, é o controle de estabilidade, um sistema que impede que o veículo saia da trajetória original, auxiliando motoristas em curvas mais fechadas e pistas molhadas.

Além disso, passa a ser obrigatória a presença de cintos de segurança de três pontos e encosto de cabeça para todos os assentos de veículos. A norma obriga também estabelece que carros e utilitários ofereçam ao menos um ponto de fixação Isofix para cadeirinhas infantis.

E aí, o que achou dessas mudanças? Conta pra gente aqui nos comentários!


Continuar lendo

Carnaval com segurança no trânsito!

O feriado mais esperado por muitos brasileiros está chegando! E com alguns dias de folga, pegar a estrada para aproveitar o Carnaval, ou o descanso, viajando. Nestas datas, com mais pessoas pelas ruas, aumento do fluxo nas estradas e trânsito nas cidades, a atenção deve ser redobrada para evitar um acidente. E os números do Seguro DPVAT comprovam que é preciso cuidar da segurança: em 2019, foram registrados mais de 3.300 acidentes já indenizados para vítimas de acidentes de trânsito nas três coberturas: morte, invalidez permanente e reembolso por despesas médicas (DAMS). Acompanhe o nosso post e fique ligado nas dicas!

Beber e dirigir é furada!

Parece muito óbvio, mas muita gente ainda insiste em misturar direção e bebida alcoólica, principalmente durante o Carnaval. De acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), nos últimos 10 anos, mais de 3.200 pessoas estiveram envolvidas em acidentes relacionados ao consumo de álcool. Conduzir sob efeito de álcool é um ato de irresponsabilidade que põe em risco a vida de todos que estão no trânsito. Então, já sabe: nada de beber e dirigir!

Atenção à iluminação!

Os períodos com maior número de acidentes registrados e já indenizados pelo Seguro DPVAT no período de Carnaval foram entre 17h e 19h59 (anoitecer), com 23,10% das ocorrências e 13h e 16h59 (tarde), com 20,45%, períodos em que as ruas costumam estar mais cheias por conta dos festejos. Para evitar acidentes, procure estar sempre com os faróis acesos. Quando for usar o farol alto, faça isso somente em trechos muito escuros e em que não haja outros carros na sua faixa ou no sentido contrário!

Para aproveitar sem se preocupar

Se você é daqueles que não quer se preocupar com congestionamento, revisão de veículo e dar aquela descansada nos deslocamentos, escolha o transporte público! Programe sua passagem com antecedência para evitar filas e viagem em segurança. E nada de esquecer do cinto de segurança!

Quer contribuir com mais dicas para curtir o Carnaval em segurança? Manda pra gente pelos comentários!


Continuar lendo

Usar o cinto não custa nada, mas não usá-lo pode custar sua vida

Uma pesquisa realizada este ano nas rodovias paulistas mostrou que 27% dos passageiros de automóveis em bancos traseiros não usam cintos de segurança. O equipamento é de uso obrigatório e a falta do cinto é uma das principais causas de mortes e ferimentos graves em acidentes de trânsito. Nos bancos dianteiros, o levantamento mostrou que 94% dos motoristas e 91% dos passageiros usam o cinto.

O uso do equipamento por passageiros de ônibus nas linhas rodoviárias é baixo: em média, menos de 10% utilizam. Caminhoneiros também resistem. É possível ver inúmeros vídeos feitos pelos próprios condutores, postados na internet, sem o uso do cinto de segurança. Sem contar que muitos deles transportam ajudantes e, até mesmo, familiares sem o uso do item.

Estudos realizados por entidades de ortopedistas no Brasil e no mundo já identificaram que a utilização do cinto de segurança reduz em até 70% o risco de mortes e graves lesões. Além do mais, a lei determina que todos os ocupantes do veículo façam uso do equipamento.

Somente nas rodovias federais brasileiras, mais de 60 mil pessoas morreram em acidentes nos últimos 10 anos e cerca de 600 mil ficaram feridas. No Brasil, mais de 40 mil pessoas morrem em acidentes de trânsito todos os anos, conforme revelam os números de indenizações pela cobertura de morte do Seguro DPVAT.

Portanto, temos todos os dados e informações para que façamos uso do equipamento que, até hoje, mais salvou vidas no trânsito: o cinto de segurança. A utilização desse item, além de proteger os ocupantes em casos de acidente, pode evitar que ele ocorra. Em uma freada brusca, o passageiro do banco traseiro, terá seu corpo projetado, muitas vezes, nas costas do motorista, que poderá perder o controle do veículo, colidir, sair da pista ou capotar.

Usar o cinto não custa nada, mas não usá-lo pode custar sua vida e de quem você mais ama.

Continuar lendo

Linguagem das estradas garante uma viagem mais segura

Existem vários sinais que são utilizados para uma comunicação na estrada. Saber o significado deles é sempre útil e pode tornar a sua viagem mais segura e agradável, principalmente em período de férias.

Duas buzinadas rápidas em toques curtos é um “obrigado” sonoro. Piscar faróis com intervalos indicam aos motoristas que trafegam no sentido oposto que existem problemas adiante e devem reduzir a velocidade, podendo ser um acidente ou animal na pista. Se o veículo a frente ligar a seta da esquerda, significa que no momento, uma ultrapassagem não é prudente, porém, caso ligue a seta da direita, é um sinal de que, a princípio, há chances de uma ultrapassagem, mantendo sempre o cuidado em saber se o caminho está livre.

Lembre-se também de respeitar a sinalização da rodovia, as placas e sinalizações em horizontal são alertas e orientações do que fazer e não fazer. No caso de pane no veículo ou acidente sinalize o local, preservando em primeiro lugar a sua segurança e dos ocupantes dos veículos. No caso de rodovias federais, ligue imediatamente para o telefone da Polícia Rodoviária Federal (191) e peça ajuda.


Continuar lendo

Austrália lança câmera inteligente que permite identificar condutor com celular ao volante

Quando uma novidade tecnológica em benefício da segurança no trânsito é lançada em algum lugar do mundo, logo compartilhamos por aqui. ;) Muito se fala sobre os perigos de misturar celular e direção, certo? Mas ainda há quem não respeite a lei e dê aquela espiadinha nas mensagens e ligações enquanto dirige. Foi pensando nesses condutores que o estado de Nova Gales do Sul, na Austrália, saiu na frente e implantou uma Inteligência Artificial nos radares. A tecnologia permite identificar e multar motoristas que utilizam celulares enquanto dirigem. :o

O software é um dos pioneiros em identificar o uso indevido de celular ao volante. Ao todo, o sistema contará com 45 câmeras de alta definição capazes de detectar comportamentos suspeitos ao volante como, por exemplo, segurar o celular. Após coletadas, as imagens serão revisadas por um profissional para verificar a veracidade da infração.

As autoridades governamentais decidiram pela instalação do sistema após identificarem mais de 100 mil motoristas usando celulares no trânsito em apenas seis meses de monitoramento. Os novos radares custarão mais de R$ 250 milhões e a tecnologia deve ser adotada por outros estados da Austrália nos próximos meses. A expectativa é que a utilização das câmeras inteligentes reduza em até 30% as mortes no trânsito nos próximos dois anos. Muito bacana, né?

O costume de usar o smartphone enquanto dirige no Brasil não é muito diferente da Austrália, e é uma das principais causas de acidentes de trânsito no país. Pelo Código de Trânsito Brasileiro, não é permitido dirigir com apenas uma mão (com exceção de casos em que o condutor vai mudar de marcha, acionar equipamentos do veículo ou realizar sinais regulamentares de braço). A ação é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, e perda de 7 pontos na carteira de habilitação.

Já pensou se a moda dos radares com inteligência artificial pega por aqui? O que você achou dessa medida? Deixe sua opinião! ;)

Continuar lendo

Vai pedalar? Se liga nas dicas!

Quando pensamos em um meio de transporte que estimule o bem-estar, que seja ecológico e econômico, a bicicleta é sempre a primeira opção que nos vem à cabeça, não é mesmo? Mas engana-se quem pensa que não existem boas práticas para pedalar nas vias, afinal de contas, os ciclistas também fazem parte do trânsito. Separamos abaixo, alguns cuidados para evitar acidentes ;)

Itens de segurança no dia a dia!

Nada de associar itens de segurança ao usar bicicletas somente aos esportes radicais ou atividades de risco. O perigo de quedas no trânsito é real e equipamentos como capacetes e luvas são imprescindíveis na hora de proteger o corpo. Seja para realizar um trajeto de longa distância ou para um passeio despretensioso, não esqueça de se proteger!

Seja visto!

Vai dar uma voltinha e o sol já se pôs? Garanta que a sua bike possui algum sistema de iluminação! Durante a noite, as bicicletas são ainda menos vistas pelos motoristas. A luz branca na frente e a vermelha atrás da bicicleta ajudam na hora de fazer com que os outros saibam se você está indo ou vindo. Pense nessa ideia ;)

Nas vias, redobre a atenção!

Não se esqueça que os carros parados podem embarcar e desembarcar passageiros, então esteja atento a abertura das portas e mantenha sempre uma distância segura! Procure andar pela faixa da direita, destinada aos veículos em menor velocidade. Além disso, lembre-se de sempre sinalizar sua trajetória aos motoristas. Evite acidentes!

Atenção, ciclista: o Seguro DPVAT está aqui para você!

Sofreu um acidente no trânsito envolvendo um veículo automotor? Conte com a gente! O Seguro DPVAT protege os mais de 210 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito. Caso a vítima se encaixe em uma de nossas coberturas (morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas), não hesite em procurar auxílio!


Continuar lendo

Já conhece as lombofaixas?

Atravessar a rua é muito mais seguro quando utilizamos a faixa de pedestres, passarelas e respeitamos a sinalização de trânsito. Você já ouviu falar da faixa elevada? Conhecida como lombofaixa, elas não são uma exclusividade brasileira e já são utilizadas em países como Inglaterra, Alemanha, Holanda. Quer saber mais? Acompanhe o nosso post.😉

Para quem ainda não conhece, a faixa de travessia elevada nada mais é que uma junção da faixa de pedestres com uma “lombada”, expressão que faz alusão ao redutor de velocidade. O objetivo para a instalação dessa opção é que os motoristas deem prioridade aos pedestres no momento da travessia, fazendo com que, além de sinalização, haja um fator para diminuição da velocidade.

Cidades que já vem sendo #BonsExemplos ;)

Algumas cidades estão investindo na implementação das lombofaixas como medida de intervenção para a melhoria da acessibilidade e da segurança no trânsito do município. Um dos exemplos é Araraquara, no interior de São Paulo, que irá realizar, em novembro, uma campanha para abordar a questão das faixas elevadas como solução para ampliar a visibilidade dos pedestres e reduzir a velocidade dos veículos. Bacana né?

Outro município paulista que também está apostando na mesma solução é Mogi das Cruzes. Foram instaladas 15 lombofaixas em diversos pontos da cidade.

E você? Já viu alguma lombofaixa na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários!


Continuar lendo

Página 1 de 15
12345678910...